Inicial
 Equipes
 Carnê
 Classificação
 Goleador
 Goleiro
 Cartões
 Regulamento
 Súmulas
 Imagens
 Vídeos
 Sênior
 
 





 
 

                                               Regulamento

                       

CAPÍTULO  I - DO OBJETIVO, ORGANIZAÇÃO E INSCRIÇÃO  

Artigo 1.º - O objetivo principal da COPA CEZON é o lazer e a integração entre os sócios da Sociedade Recreativa 15 de Julho. 

Artigo 2.º -  O campeonato será regido pelo presente regulamento e serão aplicadas as regras deste e do Código Disciplinar Desportivo. 

Artigo 3.º - As equipes serão formadas por sorteio e serão compostas por sócios que tenham idade entre 35 e 45 anos na categoria veterano e acima de 45 anos na categoria sênior. Se reservando a organização o direitos de suspender ou eliminar, antes durante ou após qualquer jogo o atleta  por motivo considerado pelos organizadores como prejudicial ao nome do campeonato sem ressarcimento de ônus qualquer. 

Artigo 4.º  - Só poderão participar sócios que estejam em estado regular com o clube. 

 

                      CAPÍTULO II - DO UNIFORME DAS EQUIPES  

Artigo 5.º - As equipes deverão apresentar-se para o jogo devidamente fardadas, com camisetas, calções e meias iguais, será permitido, a critério da organização,  nos calções e nas meias algum pequeno detalhe diferente deste que, os calções e meias sejam todos de mesma cor. As camisetas serão cedidas pela S.R. 15 de Julho,  devendo os atletas das equipes providenciarem seus calções e meias.

Artigo 6.º  - Não será permitido o uso de chuteiras com traves, devendo o atleta jogar de tênis. O atleta que comparecer ao jogo de chuteira será advertido pelo árbitro da partida e senão trocar as chuteiras por tênis será impedido de continuar a partida, podendo ser substituído por outro atleta.

 

                     CAPÍTULO III - DO SISTEMA DE PONTUAÇÃO 

 Artigo 7.º - A equipe vencedora da partida  marcará 3 (três) pontos, a equipe perdedora marcará 0 (zero) pontos e em caso de empate cada equipe marcará 1 (um) ponto. 

Artigo 8.º - A equipe que não comparecer ou chegar após o último horário estabelecido pela comissão organizadora perderá automaticamente os pontos, por WO, para a equipe adversária. A equipe que perder por WO além de não marcar nenhum ponto ainda perderá 3 pontos, se ainda não tiver pontuado na competição ficará com 3 pontos negativos.  

Artigo 9.º - A equipe que vencer por WO marcará 3 (três) pontos e será considerada vencedora pelo placar de 2 x 0.
           

                        CAPÍTULO IV - DO HORÁRIO,  DATA E DURAÇÃO DOS JOGOS 

Artigo 10.º -  Os horários e datas dos jogos serão marcados pela comissão organizadora. 

Artigo 11.º - As equipes deverão estar devidamente uniformizadas e com um número mínimo de 5 (cinco) atletas assinados na súmula no último horário estabelecido pela comissão organizadora. A equipe que não cumprir este artigo perderá automaticamente os pontos. 

para a equipe adversária. Se ambas as equipes não cumprirem este artigo, será considerado WO duplo e nenhuma equipe marcará os pontos da partida. 

Artigo 12.º - Após o horário marcado para o início da partida será concedido uma tolerância de 15 (quinze) minutos, quando então a equipe  que não tiver o número mínimo de 5 atletas  será declarada perdedora por WO.                                              

Artigo 13.º - Para o cumprimento do horário da partida só será válido o relógio do mesário. O mesário é que determinará quando uma equipe ultrapassou o seu limite tempo e conseqüentemente perdeu por WO.  

Artigo 14.º - A duração dos jogos será de 40 (quarenta) minutos, divididos em duas etapas de 20 (vinte) minutos, com intervalo de 05 (cinco) minutos entre cada etapa.  

                       

CAPÍTULO  V - DA BOLA DO JOGO 

Artigo 15.º - A comissão organizadora deverá fornecer no mínimo uma bola em condições para que a partida seja realizada. 

                       

CAPÍTULO VI - DO NÚMERO E SUBSTITUIÇÕES DE ATLETAS 

Artigo 16.º - Nenhuma equipe poderá iniciar ou continuar uma partida com um número menor do que 5 (cinco) atletas, caso isto ocorra a equipe que estiver com menos atletas do que o permitido perderá os pontos para o seu adversário.  

Artigo 17.º - As substituições, durante os jogos,  serão livres, sendo apenas necessário comunicar o mesário e o juiz. O atleta substituído poderá retornar a partida no lugar de qualquer outro atleta da sua equipe. Não há limite de substituições.

                       

CAPÍTULO VII - REGRAS ESPECÍFICAS 

Artigo 18.º -  Não será permitido ao goleiro segurar a bola com as mãos quando esta lhe for passada por um jogador da sua equipe. 

Artigo 19.º - O goleiro terá 5 (cinco) segundos para repor a bola em jogo, tempo este marcado pelo árbitro da partida, após este tempo será marcada um tiro-livre indireto da linha da área contra equipe infratora. 

Artigo 20.º - Quando a bola sair pela linha de fundo, em cobrança de tiro de meta, deverá obrigatoriamente  ser colocada em jogo, pelo goleiro, com a mão. 

Artigo 21.º - O goleiro só poderá lançar a bola diretamente para a quadra adversária com a mão. A bola poderá ultrapassar o meio da quadra, sem precisar tocar no chão dentro da sua quadra de jogo. A reposição da bola para quadra adversária, feita pelo goleiro, só será válida com o pé, se a bola estiver tocando o chão no momento do lançamento. 

Artigo 22º - Todo o atleta fardado deverá participar da partida, se um atleta que estiver fardado não entrar no jogo sua equipe perderá os pontos. 

Artigo 23º - Todo atleta tem direito de jogar no mínimo 20 minutos por partida, ficando sob sua responsabilidade o direito de optar por jogar menos tempo, caso jogue menos tempo sem seu consentimento poderá encaminhar um protesto junto a comissão organizadora, que deverá notificar sua equipe, na reincidência com qualquer atleta desta equipe, a punição será a perda de 3 pontos.

Artigo 24.º -  Cada equipe poderá usar um coringa por jogo, apenas no caso de não ter o número de 7 atletas para iniciar ou continuar a partida. No momento em que tiver 7 atletas o coringa deverá ser substituído. O coringa não poderá ser da mesma categoria da equipe.

 

                        CAPÍTULO VIII  - OS CARTÕES AMARELO  E VERMELHO   

Artigo 25º - O cartão amarelo será mostrado como advertência para o atleta. Cada atleta só poderá receber um cartão amarelo por partida. O atleta que ao longo do campeonato receber três cartões amarelo ficará automaticamente suspenso da próxima partida da sua equipe. Na reincidência cumprirá 2 (dois) jogos de suspensão.  

Artigo 26.º - O cartão vermelho expulsará da partida o atleta que recebê-lo, não podendo ser substituído nesta partida por outro atleta. O atleta que receber cartão vermelho cumprirá automaticamente 1 (um) jogo de suspensão, não podendo atuar na partida seguinte da sua equipe. Na reincidência cumprirá 2 (dois) jogos de suspensão.  

Artigo 27.º - O atleta, que provocar briga ou agredir um adversário, juiz, mesário, um membro da comissão organizado ou torcedor será eliminada do campeonato. 

 

CAPÍTULO IXDO SISTEMA DE DISPUTA DO CAMPEONATO

Artigo 28.º -  O campeonato será disputado por 5 (cinco) equipes em cada categoria da seguinte forma:                                          

·                                             - 1ª Fase – As equipes jogarão entre si em 2 (dois) turnos, classificando-se para a semi-final o campeão de cada turno mais a equipe vencedor do jogos extras de cada turno

·                                             - Jogos Extras do 1º turno – segundo colocado contra o quinto colocado e terceiro colocado contra o quarto colocado. Os dois vencedores decidem quem será o segundo classificado do turno.

-  Jogo Extra do 2º turno – as duas equipes que ainda não se classificaram jogam entre si pela última vaga restante à semi-final.
- Observação: se a campeã do 2º turno for uma equipe já classificada, a  próxima equipe melhor colocada e ainda não classificada ganhará a primeira vaga do turno a semi-final.

- Semi-finais  - A equipe de melhor campanha somando os pontos dos 2 (dois) turnos jogará contra a equipe que se classificar em quarto lugar na soma dos pontos dos 2 (dois) turnos . As equipes com a segunda e a terceira melhor campanha jogam entre si. 

    - Finais – Os dois vencedores das semi-finais decidiram o título da competição, os dois perdedores decidiram 3º e 4º lugar.                                                     

 

CAPÍTULO X - DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE

Artigo 29.º -        1ª Fase – Caso duas ou mais equipes terminem com o mesmo número de pontos será usado o seguinte critério para determinar a colocação de cada uma.

§         1º - Menor número de WO.

§         2º - Maior saldo de gols

§         3º - Maior número de vitórias

§         4º - Confronto direto

§         5º - Menor número de cartões vermelhos

§         6º - Menor número de cartões azuis

§         7º - menor número de cartões amarelos

§         8º - Maior número de gols marcados

§         9º – Menor número de gols sofridos

§         10 º - Sorteio

 - Semi-final – As semi-finais serão disputada em 2 (dois) jogos, as equipes com melhor campanha na primeira fase terão vantagem em caso de empate em pontos e gols.
                                                                                                                     

 - Finais – As finais serão disputada em 2 (dois) jogos, as equipes com melhor campanha na primeira fase terão vantagem em caso de empate em pontos e gols.
 

                        CAPÍTULO XI - DOS PROTESTOS 

Artigo 30.º - A equipe que desejar apresentar um protesto, deverá apresentá-lo até a rodada seguinte a da partida que quer protestar. 

Artigo 31.º - Os protestos serão apreciados pela comissão organizadora, que deverá aceitar ou não o protesto, e proceder com o julgamento. 

Artigo 32.º - Não serão aceitos protestos nem vetos contra a arbitragem nem o mesário.

                       

CAPÍTULO XII - DAS RESOLUÇÕES GERAIS 

Artigo 33.º - As equipes participantes do campeonato devem comparecer as reuniões com seus respectivos representantes.  Somente os cadastrados perante a comissão organizadora poderão votar, ficando o clube sem direito de voto na ausência do representante. Clube não representado em reunião por representante legal, será punido com multa de valor estipulado pelos organizadores. A organização poderá solicitar votação para resolver casos considerados por ela sujeito a votação. Sendo secreta cada votação e cada equipe com representante presente poderá votar uma vez, assim como a organização tem direito a 1 (um) voto. 

Artigo 34.º - A premiação, divulgação da tabela de jogos e promoção do campeonato será de responsabilidade da comissão organizadora. 

Artigo  35.º - Os casos omissos a este regulamento serão julgados pela comissão organizadora.

Artigo 36.º - A comissão organizadora não se responsabilizará por acidentes, danos pessoais, materiais, próprios ou de terceiros, antes, durante e após os jogos. 

Artigo 37.º - O presente regulamento passa a vigorar a partir do dia 01 de novembro de 2009, sendo ignorados os regulamentos anteriores a este.

 

 

                                                                   


 







 

 

Av. Fernando Osório, 6197   bairro Três Vendas  - Pelotas - RS   Fone:(53) 32736766